Desenvolvendo uma mentalidade de primícias

"As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à Casa do Senhor, teu Deus. Não cozerás o cabrito no leite da sua própria mãe." Êxodo 34.26



O povo de Israel era instruído a entregar as primícias dos primeiros frutos ao Senhor. Oferecer a Deus as primícias de algo é uma atitude de honra a Deus.


Assim, precisamos desenvolver uma mentalidade de primícias, ou seja, entender que o "primeiro de tudo" pertence a Deus, pois tudo vem Dele, é por Ele e para Ele.



Esta mentalidade de primícias prioriza a Deus e o que é importante para Ele e não O trata como opcional em seu dia-a-dia.


Os fariseus, por exemplo, não priorizavam a Deus nem as pessoas, embora seguissem muitas regras, criadas em suas mentes e pela tradição. Honravam a Deus com os lábios, mas seus corações estavam longe Dele.Tinham aparência, mas sem essência.


Às vezes, achamos que estamos tão próximos de Deus, por seguirmos um conjunto de regras criados por nós mesmos. Mas não há relacionamento nem intimidade. Ora-se como uma tarefa. Ler a Bíblia se torna um fardo. Por que? Porque as interpretamos como regras religiosas e não como instrumentos de comunhão.


A Bíblia diz que a fé atua pelo amor (Gálatas 5.6) e que se não tivermos amor, nada seremos (1Coríntios 13). Por isso, para desenvolvermos uma mentalidade de primícias, precisamos antes de tudo amar a Deus sobre todas as coisas.


Em tempos em que as pessoas tratam a Deus, Sua Casa e o que é importante para Ele como opcional, creio que precisamos buscar honrá-Lo com o nosso melhor, dando a Ele a primeira parte de tudo.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo